Publicado por: Nélia Machado | 23 de Maio de 2010

O Despertar da Águia em VOCÊ

Vídeo clipe de um jovem com Síndrome de Down que nos dá uma lição de vida de que o SER HUMANO é capaz de enfrentar desafios e superar limites. Muitas pessoas com necessidades especiais lutam incansavelmente para conquistarem espaços na inclusão social nas empresas, instituições de ensino, sociedade e em diversos casos até na família. Elas não desistem das limitações do “não posso”, pois superá-las depende somente delas. Intercalado ao clipe estão descritas as virtudes da águia, conhecida como “rainha dos ares”, atreladas com cenas que motivam também as pessoas conhecidas como “as normais”. Aprovei este clipe e faça uma auto-reflexão, principalmente se sua Águia interior estiver adormecida, pois despertá-la dependerá somente de VOCÊ.

Publicado por: Ana Serpa | 16 de Maio de 2010

Idosos especiais…

Contrariando expectativas, pessoas com Síndrome de Down chegam à terceira idade esbanjando alegria e saúde

 

Eles estão chegando à terceira idade, contra tudo e contra todos os prognósticos médicos de que pessoas com Síndrome de Down não alcançariam nem mesmo a adolescência e “morreriam dormindo”. Rodeados pelo afecto da família, Elizabeth de Fátima Perona faz 53 anos no dia 1 de Maio; Fernando Monteiro de Barros vai completar 50 a 7 de Julho e Herbert Geraldo da Silva 42 no dia 13. Há 50 anos, a expectativa de um recém-nascido com Down era de apenas 18 anos. Actualmente é de 56, enquanto que as pessoas ditas normais ultrapassa os 75 anos de vida.

 A medicina é a responsável por uma maior expectativa de vida, mas o amor continua sendo o remédio mais eficaz nas famílias que acolhem, sem preconceitos, os filhos Down.

Publicado por: Nélia Machado | 15 de Maio de 2010

Um exemplo de vida

Um exemplo de vida que mostra que as crianças com trissomia 21 podem fazer as mesmas coisas que as outras crianças.

Publicado por: Nélia Machado | 15 de Maio de 2010

Trissomia 21-Síndrome de Down

Nestes vídeos poderá conhecer um pouco mais sobre o que é a trissomia 21, as suas causas, as suas características e algumas perguntas e respostas pertinentes. 

Publicado por: Nélia Machado | 15 de Maio de 2010

O preconceito da sindrome de down

Estes vídeos são um acto de sensibilização para as pessoas que têm dificuldade em lidar com a diferença.

Publicado por: Nélia Machado | 15 de Maio de 2010

O Tesourinho no Dia Mundial da Trissomia 21

Não se esqueça de comemorar o dia 21 de Março com as crianças com Trissomia 21. Elas merecem! 

Publicado por: Nélia Machado | 15 de Maio de 2010

Depoimentos Portugueses sobre Trissomia 21

Veja os depoimententos de pais com filhos com Trissomia 21, que nos dão coragem e nos ensinam a nunca deseistir destas crianças tão especiais.

Publicado por: Ana Serpa | 14 de Maio de 2010

Também existem animais com Trissomia 21!

Os animais também podem ter Trissomia 21.

Um tigre branco com Trissomia 21…

Até onde chega a crueldade dos humanos para manter a beleza de um animal?!

Veja mais na nossa página de Curiosidades e Interesses!

Publicado por: Ana Serpa | 2 de Maio de 2010

Síndrome de Down diminui risco de cancro

Segundo estudo, portadores de Síndrome de Down podem ter menos risco de desenvolver cancro.

De acordo com um estudo publicado pela revista Nature, pessoas com Síndrome de Down têm menos chances de desenvolver cancro porque possuem cópias de genes que impedem o crescimento dos tumores.

A pesquisa, realizada por uma equipa da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, utilizou células de ratos e humanas. Foi observado que uma terceira cópia do gene DSCR1 (ou RCAN1), presente em portadores da síndrome de Down, pode suprimir o crescimento de vasos sanguíneos que alimentam tumores cancerígenos.

Células que causavam cancro do pulmão e da pele foram injectadas em ratos normais e em ratos modificados com algumas cópias de cromossomas semelhantes aos dos humanos portadores de síndrome de Down. O estudo mostrou que, após três ou quatro semanas, os ratos modificados apresentaram cerca de 50% menos tumores do que os ratos normais.

Os pesquisadores usaram também células-tronco de humanos com Down e de humanos sem a síndrome genética. Quando injectadas em ratos, estas células normalmente criam tumores. Porém, nos ratos injectados com as células de portadores de síndrome de Down, os vasos sanguíneos não se formaram completamente.

A equipe de cientistas afirma estar tentando encontrar as melhores formas de isolar a formação dos vasos sanguíneos, para desenvolver novas terapias, e acredita que a descoberta pode trazer novas esperanças no combate ao cancro. Segundo os pesquisadores, se for necessário apenas um gene extra para reduzir a formação dos vasos, um dia, quando a terapia estiver disponível é possível que a forma de combater o cancro seja tomando uma vitamina preventiva ao invés de ingerir drogas tóxicas.

A pesquisa está na revista científica britânica “Nature”.

Publicado por: Nélia Machado | 1 de Maio de 2010

Depoimento

Mais um caso e sucesso e de auto-estima de pessoas com Síndrome de Down.

Older Posts »

Categorias